Depoimento: Mariana

Notícia publicada em 30 maio, 2017

Como vocês sabem, nós amamos postar depoimento e hoje vamos colocar aqui o relato da Mariana. Não esqueçam de deixar comentários ao final para que a Mari possa ler, afinal esse é o objetivo do site, ajudarmos umas as outras:

Olá!!! Meu nome é Mariana fui mãe aos 17  anos…muito nova né ?? Um desespero total. Lembro bem quando fiz o primeiro teste e deu positivo, naquele momento não conseguia acreditar que aquilo estava acontecendo comigo, e foi então que decidi guardar aquilo pra mim, sim, eu escondi a gravidez durante 6 meses (foi quando a Pietra nasceu, prematura) aguentei tudo sozinha e não tive nenhum dos cuidados que uma gestante deve ter, se passaram seis longos meses de tortura, pois usava uma cinta que apertava minha barriga, porém um dia ao tomar banho minha mãe percebeu que meus seios já não estavam como antes, o que era pequeno e sem marca alguma tinha crescido e ficado cheio de veias por conta do leite, nesse dia que minha mãe me viu logo correu para o médico já certa que eu estava grávida, e sim claro o exame de sangue deu positivo! O medo de contar para a minha mãe era porque eu namorava um jogador de futebol e ele tinha acabado de assinar um contrato com um time fora do pais,  tinha medo que ele desistisse do sonho dele.

Uma semana depois da descoberta, como não fizemos nenhum acompanhamento, não sabia com quantos meses eu estava, mas no mesmo dia entrei em trabalho de parto e sim, de um dia para o outro o Pietra veio ao mundo, um choque!!!!

Eu sabia que ela não era pequenininha mas também não sabia que tinha seis meses que ela estava ali. No começo foi horrível pois não sabia o que sentir mas desde que peguei a Pietra no colo pela primeira vez, o amor de mãe e filha invadiu minha vida.  Hoje ele virou meu mundo de ponta cabeça, tive que abrir mão de inúmeras coisas, só não abri mão dos estudos porque tive apoio da minha família, mas sei que Deus me enviou esse anjinho para que eu me tornasse a mulher que sou hoje!

Meu maior sonho é que a Pietra conheça o seu pai!  Mas enquanto isso não acontece, falo sobre ele todos os dias para ela, ela (apesar de não entender) assistir todos os jogos dele comigo!

Ser mãe é algo divino, e o que era vergonha no início hoje é motivo de muito orgulho! 

*